domingo, 16 de maio de 2010

Poesias Infantis

Metamorfose
José Paulo Paes

Me responda você
que parece um sabichão:

Se lagarta vira borboleta
por que trem não vira avião?

Até
José Paulo Paes

1
Havia uma moça em Amaralina
com uma perna grossa e a outra perna fina.
Até que fez ginástica
tão drástica que, nossa!
A grossa ficou fina e a fina ficou grossa.

2
Um homem do bairro de Copacabana
só comia fruta de casca dura.
Nada lhe quebrava
os dentes, mas nada.
Isso até que comeu uma granada.

3
Havia um lobisomem que estranhava
todos gritarem quando ele chegava.
Até um fedelho
lhe dar um conselho:
"Por que você não se olha num espelho?"

Hai-kai
Mário Quintana

Em meio da ossaria
Uma caveira piscava-me...
Havia um vagalume dentro dela.

Pergunta inocente
Mário Quintana

Mas se as bruxas tem tantos poderes - por que serão tão velhas, tão feias, tão pobres, tão sujas?

LISBOA, Henriqueta; PAES, José Paulo; QUINTANA, Mário; PAIXÃO, Fernando. Varal de poesia. Editora Ática. 2006

2 comentários:

maybe disse...

I'm appreciate your writing style.Please keep on working hard.^^

Rouver Júnior disse...

Thank you, Maybe. Glory to Jesus! Come back, friend!