domingo, 15 de março de 2009

O alfinete: diálogo da abelha

- Sem provas, então? - indagou o crente
- Sem provas.

Um mosquito começou a picar a consciência do ateu.

- Você é um homem de fé.
- De modo algum.
- Mas você apenas crê que Deus não existe.
- É verdade. Mas não tenho religião.
- Como não? És ateu e, para pensar que Deus não existe, sem prova alguma, é preciso fé.

O mosquito transformou-se num alfinete.

- É verdade. - disse o ateu relutante sentindo umas fisgadas.
- Para saúde da ciência e da sociedade é necessário afastar a ideia de que a ciência promove o ateísmo. Se ela conduzisse as pessoas ao ateísmo, ela deveria ter pelo menos uma prova da inexistência de Deus, mas não tem.

Medrosamente, o ateu concordou com a cabeça.

- Concordamos, então, que o ateu não tem base racional nenhuma para ser ateu?

Nisso não houve acordo. Mas pareceu que o alfinete transformou-se numa abelha zumbidora e aguda.

(Rouver Júnior)

[Leia a postagem "A moeda: diálogo do soco na faca" - http://paginca.blogspot.com/2009/03/moeda-dialogo-do-soco-na-faca.html]

escute o diálogo no Player no fim da página

5 comentários:

EAD disse...

Muito engraçada, apesar do tema.

Rouver Júnior disse...

EAD,
que bom que ficou engraçada. O tema é filosófico-teológico e bastante sério. Mas graças a Deus que não ficou um texto de difícil leitura.

Fica com Deus.

João Paulo disse...

Agora eu já li.


Os dois.

Rouver Júnior disse...

Valeu, João.

A paz e a graça do Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

1. PRezado Rouver, apreciei esta postagem. A melhor forma de você provar algo para um ateu, é a seguinte: Chame ele [a] para um jantar, e quando chegar a hora, pergunte a ele [a] se houve um cozinheiro.

abraços, Pr Marcello

P.s > acesse meu singelo blog:

http://davarelohim.blogspot.com/ - com sua atenção para o texto: Pérolas sobre a cruz