sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Um pequeno acontecimento, uma grande aprendizagem

Hoje participei de um bom churrasco, apesar de pequeno e simples. Meu pai, minha mãe, minha irmã e eu fomos os presentes e o lugar não foi outro; pudemos conversar, falar tranquilamente e rir muito aqui em casa. Foi uma pequena reunião familiar. A televisão não ligou. Que bom! Mas uma coisa me trouxe a ideia de escrever um texto aqui no blog. Foi a insistência do meu cachorro Billy (sobrenome Isco) pra comer também. Coitadinho! imagina a vontade. Em todo o tempo do churrasco, desde a primeira fatiada de carne até quando ficamos satisfeitos, os meus dois cachorros ficaram atrás do portão esperando (o outro cachorro se chama Paco, sobrenome Otte).

Acontece que o Paco estava tranquilo, quieto, olhando pra outro lado; mas o Billy chorava, com os olhos fitos, como que apitando pelo nariz. Essa insistência me levou a pegar um pedaço de carne, ou talvez pão, não estou totalmente certo, e jogar para o chorão, mas não antes de dizer: "Quem não chora não mama". O Paco, por sua vez, não recebeu nada; só depois quando terminamos.

Bom, este é o fato. Muito simples. Qual importância tem?

A moral da história é que, nesse pequeno e tão simples acontecimento, se vê que quem pede recebe. Quem insiste, consegue. O Paco ficou quieto, não ganhou nada naquela hora, o Billy chorou e ganhou.

Na vida a insistência conta muito. Não sei se vale mais que a habilidade, talvez não. Penso que ambas são fortemente necessárias. O estudante, por exemplo, que não aprende uma matéria, perseverando para aprendê-la, pode se tornar um grande especialista no assunto. Assim o trabalhador, assim qualquer pessoa. Penso que é só olhar para a História e os exemplos aparecerão.

Jesus Cristo contou a parábola de um homem que de noite foi à casa de um amigo, prescisando de alguma coisa. Chegou lá e encontrou a porta fechada. Oras, era noite! Mas ele começou a bater na porta. Se o amigo, que já havia deitado, não se levantasse por causa da amizade que tinha para o que o importunava, pelo menos pela insistência haveria de levantar. Assim é com a gente.

Precisamos lutar pelo que queremos alcançar. É claro que a luta deve-se dar com consciência, sabendo o que é certo e errado, buscando o bem. Mas deve-se lutar. Jesus disse: "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra: e, ao que bate, se abre." [Mateus 7:7-8]

Lembre-se sempre disso, leitor. Você precisa batalhar pra conseguir as vitórias.

O choro do Billy rendeu pra ele um bom pedaço de carne, ou pão. A sua e a minha perseverança renderão pra nós coisas muito boas, se buscarmos as coisas boas, pedindo a Deus. No final de tudo, o Billy e o Paco comeram, mas talvez o Billy tenha comido mais. É coisa de cachorro. Na nossa vida, contudo, só receberemos certas coisas importantes se pedirmos. Deus sabe nos dar as melhores coisas. Vamos pedir.

(Rouver Júnior)

8 comentários:

Braulino Antônio disse...

Uma boa crônica!
Nos leva à reflexão partindo de um assunto corriqueiro, desses, que nem sempre damos importância; mas para o cristão atento nada na criaçao é ignóbil.
A observação do autor foi semelhante a da mulher siro-fenícia quando argumentou com o Senhor Jesus, em favor de sua bênção;"lembrou-lhe" que também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores..."( Mt 15:27)

Rouver Júnior disse...

Obrigado, Braulino.

Que o Senhor Deus continue te abençoando.

Realmente, essa frase que a mulher disse a Jesus foi forte, marcante e humilde. Bela percepção, amigo e irmão em Cristo.

Adriana Horta disse...

Olá, amigo Rouver,
Faz tempo que não venho aqui...mas não me esqueci de vc não. Aliás, o seu texto me impressionou bastante. Foi o Espirito Santo que ministrou este pensamento em você. Muito bonito. Me instruiu também. É pela falta de persistência, falta de pedir que muita gente deixa Jesus...Eles querem tudo no tempo deles. Não querem ser tratados por Deus.
Parabéns, servo do Senhor. Ele irá te abençoar muito nos estudos e em sua vida.
Abraços e sucesso.

Rouver Júnior disse...

Ei, Adriana.

Fico muito feliz pelo que você disse. Obrigado por lembrar da gente.

Realmente foi Deus quem me instruiu. Todo o mérito é d'Ele.

Amém. E que Deus te abençoe poderosamente também.

Obrigado.

Abraço.

Blog da Sissym disse...

Rouver, vc foi me visitar no Masquarade e deixou uma valiosa mensagem que quero muito agradecer. Salvei a sábia frase que veio num momento certo.
Olhei as msn de seu blog, li algumas, esta por exemplo, serve de lição para se pensar.

Rouver Júnior disse...

Ô, Sissym,

muito me alegra saber disso.

Muito obrigado por ler algumas mensagens postadas no blog.

Que Deus te abençoe grandemente, amiga.

Um abraço, em Cristo Jesus.

Francisco Castro disse...

Olá, a insistência, a perseverância sempre levam para algo que se almeja. Ter fé, pedir, trabalhar para se obter o objetivo sempre leva à vitória. Devemos ser persistentes.

Abraços

Francisco Castro

Rouver Júnior disse...

Francisco Castro,

"Ter fé, pedir, trabalhar". Esta é uma expressão muito importante.

É necessário ter fé em Deus, pedir as coisas boas a Deus, e fazer a nossa parte, trabalhando no que é bom.

Amigo, muito obrigado.

Que Deus te abençoe cada dia mais.